Arquivo da tag: conquistas

Esvaecer ou Crescer?

Esvaecer ou Crescer?

É durante nossos momentos mais difíceis que percebemos duas escolhas: esvaecer ou crescer. Muitos autores descreveram, psicólogos analisaram, pesquisadores estudaram e tratamentos e receitas foram criadas. Todas essas tem seu mérito e são de grande ajuda, mas somente aquele tem fé em si mesmo e em seu criador consegue superar e vencer.

Napoleon Hill escreveu:

‘A luta pela vida nem sempre é vantajosa
aos fortes nem aos espertos.
Mais cedo ou mais tarde, quem cativa a vitória
é aquele que crê plenamente
Eu conseguirei!’

Alguns podem chamar de lei da atração, de “O Segredo”, outros de anjo da guarda, de Universo, Grande Criador, Alá, Buda, Deus, Jeová. Outros chamam de acaso, caos, coincidência, aberração, evolução, sorte.

A verdade é que existe sim uma força interior, que aliada à ‘Graça’ externa, nos traz sim aquilo que desejamos e merecemos e que nos impulsiona a crescer. O que poucos percebem, no entanto, é que nenhuma graça ou milagre específico podem mudar um indivíduo a não ser que ele queira mudar a si mesmo.

Esvaecer ou Crescer?

Acreditar, crer plenamente, ter fé inabalável requer esforço, prática e paciência. Mas, somente ao aceitar nossa própria mortalidade e falibilidade, presenciar a beleza de um lindo amanhecer, vislumbrar as cores do campo, emocionar-se com uma música inspiradora, percebemos a sutileza e certeza de que, em tudo, há um plano. Nada é aleatório.

Muitas vezes penamos em aceitar que o único controle que temos nesta vida, está em aprendermos a vencer a nós mesmos. Conseguir é mais que uma palavra, é um alívio que virá quando nosso tempo nesta terra, que parece tão longo e árduo, finalmente acabar.

Quantos de nós estaremos prontos para exalar “Sim, foi só passageiro! Não tive nada além de memórias e aprendizado. Com nada fui e com nada retorno. E quão feliz sou por isso!”.

Conseguir, no sentido mais abstrato da humanidade, é se tornar, é se transformar, é ter poder sobre si mesmo, de não ter mais nenhuma disposição para fazer o mal, mas somente o bem, continuamente.

Não posso deixar de agradecer pelos bons e maus momentos em minha vida, que tem me moldado e me ajudado a saber que nada sei, mas que se eu fizer minha parte, minhas fraquezas se tornarão fortalezas e sei que CONSEGUIREI!