Amor livre, a nova falacia

Amor livre, a nova falacia

Ultimamente está a maior briga e apoio ao homosexualismo. O mundo insiste em liberdade de amor…

Faço um raciocínio sobre esse Amor livre, a nova falacia, com as seguintes perguntas:

– Todos as espécies sexuadas do planeta se valem do sexo para reproduzir. O homo sapiens sapiens deu um passo a mais, relacionando afetividade ao ato sexual (ao meu ver um sinal evolutivo).

No entanto, sempre aprendemos que devemos amar nosso próximo, amar toda humanidade. Mas tanto os que são contra, quanto os que são a favor se atacam e se agridem… clara contradição “evolutiva”. Ou querem fazer sexo com todo o mundo?

Ao meu ver, precisamos de um pequeno ajuste no vocabulário:
===> SEXO LIVRE <===

Aparentemente não é amor livre, mas sim querem que o ato sexual livre seja aceito (mesmo que forçosamente) pelo resto da sociedade.

Querem estar envolvidos sexualmente com um indivíduo do mesmo sexo, fiquem à vontade. Mas não venham querer pregar amor livre, porque obviamente não há nenhum amor em VIOLAR A OPINIÃO DOS OUTROS, FAZENDO-OS PARECER VILÕES.

Amor universal é respeitar valores sociais, respeitar os outros, se importar em como se sentem, etc…

(e aceito que até heterosexuais tem violado as mesmas regras, fazendo coisas particulares em público, causando todo tipo de desrespeito.)

Nossa sociedade perdeu seus valores mais básicos… mas é hipocrisia alegar transcendência em algo que é claramente sexual.

Será que precisamos de sexo livre, ou amor livre? Perdemos tempo forçando goela abaixo coisas completamente inúteis, quando temos tantos problemas reais em nosso planeta que PRECISAMOS RESOLVER. Temos inúmeros problemas em nosso próprio pais!!!

EU CONTINUO APOIANDO A UNIDADE FAMILIAR (homem, mulher e filhos) e os que querem outra coisa fiquem à vontade no seu canto, que eu fico no meu – CONCORDEMOS EM DISCORDAR!!!

Amor livre, a nova falacia

Não venham querer me forçar a aceitar e achar normal, que eu deixo vocês no seu canto, sem forçar nada tampouco. Não sou contra nenhum homosexual, mas não sou a favor de assistir afetividade sexual homosexual (tampouco sou a favor de assistir afetividade sexual heterosexual) em publico. Faça isso na sua casa, não na rua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *